Apresentação

O Centro de Referência em Incubação de Empresas e Projetos de Ouro Preto, o Incultec, é uma incubadora de empresas de base tecnológica da UFOP e de Ouro Preto. O Incultec nasceu em 20 de junho de 2006, a partir dos esforços da UFOP que articulou a aliança universidade-indústria-governo com o objetivo de promover a disseminação tecnológica na região. A UFOP estabeleceu parceria com a empresa Novelis e a Prefeitura Municipal de Ouro Preto, contribuindo, decisivamente, para a efetivação do Incultec com agente de desenvolvimento tecnológico e social do município.

Hoje, o Incultec pertence ao Núcleo de Inovação Tecnológica e Empreendedorismo (NITE), que está ligado a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPP).

O Incultec alinha-se aos objetivos governamentais de elevar o Brasil à categoria de potência mundial na produção e utilização de tecnologias. Tais esforços fazem parte das metas da UFOP, que se junta ao Governo Federal, por meio do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, e ao Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SECTES) e da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG), no sentido de incrementar ações inovadoras e de empreendedorismo.

A principal função do Incultec é incubar empresas e projetos inovadores disponibilizando infraestrutura física, de serviços e de treinamento, capazes de preparar novas empresas para a entrada e estabelecimento seguro no mercado.

São objetivos do Incultec:

  • Fornecer infraestrutura de apoio que facilite a transformação de projetos inovadores em produtos e/ou processos de valor agregado;
  • Apoiar a criação e a consolidação de empreendimentos com excelência na área tecnológica;
  • Apoiar o desenvolvimento de novos produtos e/ou processos de baixo custo e não-poluentes para que estes alcancem, eficientemente, o mercado;
  • Estimular empreendedores no desenvolvimento de sua própria atividade empresarial;
  • Colaborar para a modernização do parque industrial brasileiro através de recursos humanos e potenciais tecnológicos disponíveis em instituições de ensino, pesquisa e prestação de serviços;
  • Motivar o crescimento da atividade econômica e a geração de empregos para a região.